tipo-scoby-escolher-melhor-importado-fracao-pedaco-white-labs-canadense-alema-starter-sem-liquido-acido-obter-adquirir-comprar-encontrar-1

Qual o melhor Tipo de Scoby para comprar, adquirir, obter, cultivar?

Muito tem se falado sobre qual TIPO DE SCOBY PARA KOMBUCHA  é o ideal, o melhor, o mais puro, o correto, o legítimo, o original, o autêntico, a origem, matriz, com maior ou menor acidez , maior ou menor tempo de fermentação, procedência nacional, importado, livre de contaminantes, com ou sem laudo, cultivado em x ou y chá ou açúcar, fermentação em Frutas (Himalaia), Mel (Jun), Café, Hibisco, entre outros.

Outros ainda  consideram o ‘padrão de beleza’ das colônias (tamanho, espessura, peso, cor). Há também o Scoby feito por resíduos de Garrafa de Kombucha Pronto ou apenas o Líquido Starter sem o Scoby) ou somente a fração, pedaço, parte, fragmento, recorte de Scoby sem o Líquido Starter ou então Desidratado ou Semidesidratado.

Vamos explorar essas questões e avaliar como fazer a melhor escolha.

PROCEDÊNCIA DO SCOBY

A diversidade microbiológica dos alimentos fermentados de modo artesanal é o grande barato desse universo incrível! E não é diferente com os Scobys, por exemplo, em cada região desse nosso Brasil.

Então, quer dizer que a microbiota de um Scoby do Paraná é diferente de um Scoby do Amapá? SIM! E nem precisa tanta distância! Até de uma casa para outra, como vizinhos, essa gama de microrganismos pode ser diferente, devido ao ambiente, materiais, utensílios e matérias-primas usadas na fermentação.

Mas e os Scobys “Importados”? Na verdade, eles vão se tornando nacionais a partir do contato com o nosso clima, bactérias do ambiente e insumos regionais, alterando a microbiota do Scoby, tornando-se um ‘Scoby Brasileiro’ e não mais o de sua origem: Scoby Alemão (Wellness Drinks), Scoby Canadense (Tonica Kombucha), Scoby Australiano (Gringo), Scoby Americano (White Labs), Scoby Qatar, entre outros.

Para ilustrar: Parte 2 do texto do Site do Fabricante de Scoby White Labs sobre essa questão de manter o padrão de suas colônias. “Ao reutilizar o SCOBY e apresentá-lo a novos fatores ambientais, ele evolui ao longo do tempo e se torna muito diversificado em sua composição de microrganismos.” 

Fonte: https://www.whitelabs.com/news/scoby-kombucha-qa-kristan-martinez

Ou seja, é mais uma questão mercadológica para vender Scobys “Importados “, “Gringos” seja pelo sabor, acidez, avaliação de bactérias e leveduras, entre outros aspectos que desconsideram a diversidade de ocorrências nos processos de fermentação, além da diferença de insumos, temperatura.

Questão 1: Curiosamente, não se vendem “Scobys Brasileiros” no Exterior. Por quê será?

Questão 2: Quem garante que o Scoby não vai evoluir, perdendo cepas ‘gringas’ e ganhando cepas ‘brasileiras’?

Questão 3: Uma Kombucha é feita a partir de todos os fatores envolvidos durante a fermentação e não apenas do Scoby e Líquido Starter.

Questão 4: Nenhuma Empresa renomada em Kombucha que comercializa Scobys como Cultures for Health, Kombucha Kamp ou Nourishme Organics e nem o Livro: The Big Book of Kombucha sugerem essa diversidade de Scoby por regiões do mundo.

Mas o Scoby Americano (White Labs) é diferente do Scoby Alemão (Wellness Drinks), que é diferente do Scoby Canadense (Tonica Kombucha) que é diferente do Scoby Australiano (Gringo)?

Resposta: Sim, todos são diferentes entre si, assim como o Scoby + Líquido Starter do seu vizinho é diferente do seu. Então, não é a NACIONALIDADE que vai definir o SABOR da sua Kombucha, mas sim todos os fatores envolvidos na Fermentação.

CONCLUSÃO: Por esses principais motivos, julgamos desnecessário apoiar ou comercializar Scobys diferentes, fomentando essa ideia de diversidade biológica devido à sua procedência internacional. Para avaliar a Procedência, peça informações dos processos e cuidados utilizados (proporções, matérias-primas, prazo de validade, rótulo nutricional, procedimentos de segurança sanitária, entre outros).

Saiba mais: Kombucha (Scoby): FAQ – Dúvidas e Perguntas Frequentes

FRAÇÃO, PEDAÇO, PARTE, FRAGMENTOS DE SCOBY

Elaborado a partir da divisão de uma colônia-mãe cortada em pedaços, em geral esse tipo de produto não é entregue com o Líquido Starter em quantidade adequada (Saiba mais), que é a base e segurança microbiológica para a fermentação do nosso Kombucha. Assim, com esse micro pedaço sem a proteção líquida adequada, pode ocorrer:

  • Alta taxa de contaminação da fermentação, tanto pelo manuseio inicial da colônia quanto pela falta de acidez
  • Em geral é solicitado adicionar um tipo de vinagre para acidificar , o que pode alterar a microbiota do Scoby
  • Quantidade enviada nem sempre prospera e pode já chegar inativa, pequena ou seca demais.

Por quê algumas pessoas ainda enviam assim? Entendemos que é mais por uma de redução de custo para quem adquire, mas não compensa colocar em risco a sua saúde e seu investimento.

E se eu receber um Scoby Pequeno mas com Líquido Starter? Nesse caso não há problema. O Tamanho do Scoby não interfere na fermentação, mas sim a Proporção / Quantidade de Líquido Starter em pH adequado (Entre 3 – 5) que você deve adicionar para manter o líquido seguro e correto para fermentar, sem o risco de mofar.

CONCLUSÃO: Opte por Scoby novo, inteiro, uniforme, com Líquido Starter em quantidade ideal, pH adequado e Manual de Instruções para o Preparo correto do seu Kombucha. Conheça nosso Scoby 8 cm para entender.

Saiba mais:  O que é Líquido Starter ou Chá de Arranque de Kombucha ou Chá Starter?

SCOBY DESIDRATADO OU SEMI-DESIDRATADO

Em ambos os casos, a chance dos Scobys prosperarem é bem reduzida , além do risco de contaminação por pouca ou reduzida hidratação, a necessidade de vinagre adicional para a ativação é preocupante também, tendo como consequência:

  • Possível extermínio de uma série de bactérias e leveduras essenciais para a estrutura do Scoby 
  • Criação de uma cultura híbrida pela adição de vinagre artificial ou natural
  • Temperatura aplicada na desidratação leva a morte do Scoby

O que é um Scoby Semi-Desidratado? Na prática, muitas pessoas enviam um Pedaço de Scoby dentro de um saquinho, com o Líquido apenas da hidratação natural do Scoby, com uma quantidade inadequada para a fermentação inicial e que pode gerar os mesmos problemas citados acima! Esse tipo de envio é comum em alguns Sites ou até no Mercado Livre por valores baixíssimos, o que é preocupante até para a nossa saúde.

CONCLUSÃO: Opte por Scoby novo, inteiro, hidratado com Líquido Starter em quantidade e pH adequado e Manual de Instruções para o Preparo perfeito da sua Kombucha! Conheça nosso Scoby 8 cm para entender.

TIPOS DE SCOBY: Scoby Jun, Scoby do Himalaia, Scoby de Café, Scoby de Hibisco, entre outros.

É muito comum observarmos esses tipos à venda em Sites e Redes Sociais, mas o fato é que são apenas adaptações de cultivo de um Scoby Tradicional em outros açúcares ou ingredientes. Esse processo pode ser realizado por você, não necessitando adquirir diferentes culturas para cada uma das finalidades, basta reservar alguns novos Scobys gerados a cada ciclo e começar suas experiências e conversões gradativas. Veja no link abaixo um exemplo.

Saiba mais: Como converter um Scoby Tradicional em Scoby Jun 

CONCLUSÃO: Não há necessidade de adquirir nenhum tipo de Scoby diferente, como “Combos ou Kits de Scobys”. Obtenha apenas o Scoby Tradicional e a partir dos Scobys Filhos você experimenta novas fermentações.

ASPECTO / APARÊNCIA DOS SCOBYS

Scobys de Kombucha podem ter uma aparência muito estranha, mas isso não significa que algo esteja errado ou que não estão aptos a realizar uma fermentação de qualidade apenas por seu aspecto irregular, disforme, desconexo.

São muitas variantes que favorecem a formação de um Scoby liso, uniforme, desde a qualidade do Chá, Proporções Corretas e Tempo de Fermentação, então não precisamos nos apegar nisso, já que é apenas uma questão visual.

O que importa de fato é que ao aparecer, seja espesso ou fina película, que ele surja para nos demonstrar que o Kombucha está com a sua barreira de proteção na superfície contra a ação de microrganismo e sujidades, que é justamente uma das funções principais do Scoby, por isso ele cresce no topo do nosso recipiente.

Por: Flávio Viaboni – Nutricionista – CRN3 -23.271/SP – Equipe Probióticos Brasil

Compartilhe este Artigo

Comments (2)

  • Mafalda Doratioto Reply

    Iniciei agora e estou amando!

    10 de março de 2020 em 00:29
    • Probióticos Brasil Reply

      Que legal, Mafalda! Grato pelo carinho da mensagem. Fique sempre atenta aqui ao Blog porque te muita coisa legal por vir ainda. Até mais e ótimas fermentações com seu Scoby / Kombucha aí! Conta pra gente depois…

      10 de março de 2020 em 09:38

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


WhatsApp chat